SV#29 – Genoveze Invertido Menos Um


                                                   Fabiana Knolseisen, 03/10/2017

Seguindo na proposta de simplificar e popularizar o mundo do vinho, compartilho com vocês minha estratégia para escolher vinho no restaurante: a Genoveze Invertido Menos 1. Não tem muito segredo  – e nem vai mais ter desculpa para pedir outra bebida: um guia de uva/país com dicas de harmonização pra fazer bonito pelos restaurantes brasileiros. São generalizações, mas é assim que a gente começa a explorar esse mundo!

Em ordem crescente de corpo e com a dica do país conforme eu comento no programa:

  • Torrontés (Argentina)
  • Sauvignon Blanc (Chile) – ou o brazuca da Guaspari
  • Chardonnay
  • Pinot Noir (Chile)
  • Merlot (Brasil) – minha dica custo x benefício é o Salton Paradoxo
  • Carmenére (Chile)
  • Tempranillo (Espanha)
  • Merlot (América do Sul)
  • Syrah (Brasil) – a dica são os premiados vinhos de dupla poda da Guaspari
  • Tannat (Brasil) – no programa eu explico!
  • Malbec (Argentina)
  • Syrah (América do Sul)
  • Blends portugueses
  • Cabernet Sauvignon (Chile)
  • Tannat (Uruguai)

espaço

Dica: o clima / terroir influi muito no vinho resultante. No geral, vinhos mais escuros são mais encorpados vêm de climas mais quentes.

e

espaço

 

 

espaço

espaço

Créditos

  • Yael Naim – Go to The River

  • Na abertura você ouviu, como sempre, Jane Monheit e Michael Bubblet: I won´t dance

 

 

Comente! Além de me motivar, me ajuda a melhorar nossa viagem pelo mundo do vinho.