SV#20 – Uruguai 2: A Volta (com a mala cheia de vinhos)

Meu carrinho de compras no Salón del Vino do Géant de 2016

Fabiana Knolseisen, 19/05/2017

Nesse programa eu dou dicas para você montar sua mala cheia de vinhos para trazer do Uruguai. É uma continuação do programa anterior, em que viajamos e conhecemos várias bodegas das principais regiões viticultoras uruguaias. Mas se você não está indo pro Uruguai não tem problema não: muitos dos vinhos sugeridos estão disponíveis no Brasil.

blanco

Vinhos comentados nesse programa:

blanco

Dia a dia:

#1 Reserva Cabernet Sauvignon (ou tannat), Toscanini: ótimo custo x benefício (R$22)

#2 Gran Guarda, H Stagnari: corte de tannat e cabernet sauvignon (R$25)

#3 Tannat Maceración Carbónica, Pizzorno: curiosidade para ver como o processo (maceração carbônica) pode transformar a uva tannat. 25 – 30 reais. Confira também o programa sobre o Beaujolais Nouveau com participação especialíssima do Carlos Pizzorno (30% é fermentado em barrica francesa nova)

blanco
Fim de semana:
  • #4 Sauvignon Blanc Sur Lie Reserva, Carrau: R$ 42 . Esse é legal pra conferir os aportes da autólise (processo sur lie). Na mesma linha há o Sauvignon Blanc Reserva (Pizzorno),
  • #5 Pinot Noir, Marichal: Ou opte pelo Blanc de Noir, um branco/rosado feito com pinot noir e chardonnay. Ambos R$45.
  • #6 Tannat Rosé, Artesana: R$30 – nem tenho mais o que dizer desse vinho! Hay que probar sí o sí.
  • #7 Primma Donna Cabernet Franc, Antígua Bodega Stagnari: ótimo representante da variedade por um preço show. R$40
  • #8 RPF Petit Verdot, Pisano: outro ótimo representante da variedade por um preço show (por que será que não se faz mais varietais de petit verdot ??). R$55
  • #9 Mburucuya, Antígua Bodega Stagnari: R$70. Escolha polêmica, já que é um vinho comparativamente caro por ser jovem.
blanco
blanco
blanco
Curiosidades e ocasiões epeciais:
  • #10 Enigma, Gimenez Mendes: 15 castas (Tannat, Chenin Blanc, Cabernet Franc, Marselan, Chardonnay, Pinot Noir, Petit Verdot, Sauvignon Blanc, Arinarnoa, Cabernet Sauvignon, Merlot, Syrah, Malbec, Pinot Meunier). R$45
  • #11 Unum, Chiappella: falamos dele no programa Supernatural e tem uma Taça sobre ele: 7 variedades tintas co-fermentadas e uma dose de mágica. R$75
  • #12 Guidaí de tí, Bodega Varella Zarrans: R$90. Prove também o Petit Grain Muscat, para conhecer a uva moscato bianco dos famosos Asti italianos.
  • #00 Tannat-Zinfandel-Merlot, Artesana: imperdível. R$96 tanto no Uruguai quanto no Brasil. Conheça a bodega na Confraria ou por Taça.
  • #13 Primo, Pizzorno R$160. Praticamente um corte bordolês com 2 anos de barricas novas(conheça mais aqui)
  • #14 Monte-Vide-Eu, Bouza: Tannat-Merlot-Tempranillo, a uva da Rioja Espanhola e do Douro Português. R$150
preto
Espumantes: dicas da Itane Borges incluíram o Pizzorno Brut Nature Clasico, Maria Zarranas Extra Brut (Varela Zarrans), Brut Blanc de Blancs e Brut Rosé (Gimenez Mendes), Castelar Extra Brut (Família Deicas) e Sust (Carrau). Minha dica: Negro, Pisano (provavelmente o único de tannat do mundo).
preto
Branco de Guarda: Prelúdio ou Chardonnay Atlántico Sur, ambos da Família Deicas. Ótimos com “coisas al limón”. Ou que tal o Albariño Reserva do Bouza ?
Tannat: um premium: São todos excelentes. É só escolher sua bodega preferida e ir com fé! Alternativamente, experimente o Ripasso, Viñedo de los Vientos (saiba mais no SV#18 ou nessa Taça).
preto
Para impressionar: linhas Cru d’Execpción ou Mássimo Deicas (R$222), ambos da Família Deicas.
preto
Menções honrosas: não dá pra trazer tudo, mas vele à pena conferir também: Pinot Griggio e Albariño (Garzón), Sauvignon Blanc Alta Reserva e Arinarnoa (Gimenez Mendez), Tannat-Viognier (Alto de la Ballena), Syrah (El Legado), Km 0 Viognier (Irurtia), Estival (Viñedo de los Vientos – gerwstraminer, chardonnay e moscato bianco).
Itane Borges sommelière
blanco
blanco
Créditos:

Muchas gracias à querida Itane Borges pelas valiosas dicas sobre espumantes e ao Ricardo Bonon por compartilhar suas dúvidas e observações.

blanco

Musica Nuda – Le Couleur Cafe

blanco

Na abertura você ouviu Jane Monhit e Michael Bubblet: I won´t dance

Comente! Além de me motivar, me ajuda a melhorar nossa viagem pelo mundo do vinho.