Author: Fabiana Knolseisen

Foto: vinepair.com
                                    Fabiana Knolseisen, 10/11/2017

Todo sommelier um dia foi enófilo, e enófilo somos todos nós, apreciadores. Nesse programa eu convido dois colegas de profissão a compartilharem suas trajetórias no mundo do vinho e falar sobre alguns cursos de aprofundamento, certificação e até de profissionalização em vinhos. Quem sabe não é esse seu caminho também ? Tintim!

spaço

Regulamentação, cursos e certificações comentados no programa:

  • Regulamentação da profissão de sommelier no Brasil >>
  • WSET – Wine & Spirits Education Trust >>
  • Formação de Sommelier (vinhos) – SENAC >>
  • Formação em Sommelier Internacional – parceria FISAR x UCS >>
  • Associação Brasileira de Sommeliers (ABS): há várias regionais. Coloco aqui apenas o link para a ABS-SP >>
  • Court of Master Sommeliers >>
  • International Sommelier Guild >>
  • Sociedade Amigos do Vinho (SBAV) – realiza degustações semanais >>
  • Centre de Formation Professionelle et de Promotion Agricole – CFPPA >>

spaço

Filmes comentados e disponíveis no Netflix:

  • 1 Ano na Borgonha
  • Somm

spaço

Créditos e Agradecimentos

  • Merci ao sommelier Marc Dollinger – contate aqui >>
  • Obrigada à sommelière Andrea Santos – contate aqui >>
  • Obrigada aos ouvintes Alex Alves e Marcos Sanches pelos comentários.
  • Música by Ella Eyre – Deeper

spaço

  • Na abertura você ouviu, como sempre, Jane Monheit e Michael Bubblet: I won´t dance

 


                                                   Fabiana Knolseisen, 26/10/2017

espaço

Gran Reserva é melhor do que Reserva ? Quanto mais tempo o vinho passar no barril de carvalho é melhor ? Se não tiver carvalho é ruim ? Aliás, por que mesmo usar barril de carvalho ? Nesse programa eu falo desse caso de amor entre o vinho e o carvalho – e entre nós, apreciadores.

espaço

Viajamos até a D.O. Valdepeñas, na Espanha, para conhecer as regras de classificação dos diferentes tipos de vinhos segundo seu tempo de amadurecimento em barris de carvalho e entendemos os efeitos desse amadurecimento e seus reflexos na degustação. Confira as regras da D.O. Valdepeñas >>

espaço

eFilmes comentados:

Dicas para experimentar na prática o efeito do carvalho nos vinhos:

    1. Não desperdice eventuais oportunidades de comparar lado a lado vinhos envelhecidos em barris de carvalho americano x carvalho europeu (a maioria das vinícolas no Uruguai pode oferecer essa experiência. No Brasil, uma boa pedida pode ser a gaúcha Almaúnica – não é praxe, mas a cantada é livre!)
    2. Aproveite que os vinhos Espanhóis são bem regulados quanto ao tempo em barrica e chegam aqui a preços interessantes. Preferencialmente compare vinhos de uma mesma linha como Marqués de Riscal 1860 Roble, Reserva e Gran Reserva ou o Pata Negra Reserva e Gran Reserva por exemplo.
    3. Compare também o efeito do carvalho nos vinhos brancos, degustando um vinho jovem como o argentino Callia em comparação com um bem barricudo, como o Almaúnica ou o Atlántico Sur Single Vineyard (Juanicó).

Filmes recomendados:

  • Somm – Into the Bottle (disponível no Netflix) >>
  • Barolo Boys >>

spaço

Créditos

  • Na abertura você ouviu, como sempre, Jane Monheit e Michael Bubblet: I won´t dance

Fabiana Knolseisen, 15/10/2017

espaço

Nesse programa eu mostro um pouquinho da minha visita à Almaúnica, no Vale dos Vinhedos. A gente faz um tour com o Jeferson, enólogo, e aproveita pra relembrar o processo de vinificação de vinhos tranquilos e espumantes. Tintim!

espaço

espaço

 

espaço

espaço

espaço

espaço

espaço

Vinhos comentados neste programa:

  • Brazuca branco de uva tinta (merlot) da Dunamis >>
  • Syrah 8 anos, Almaúnica
  • Parte 2, Almaúnica
  • Quatro Castas, Almaúnica  >>
  • Syrah 2014 Reserva, Almaúnica  >>
  • Merlot 2012 Reserva – D.O. Vale dos Vinhedos, Almaúnica
  • Chardonnay – D.O., Almaúnica  >>

espaço

espaço

Termos revistos: maceração, vinificação, mosto flor, envelhecimento em carvalho, licor de expedição, remuage, degorge.

espaço

Novos termos acrescentados ao ABC do Simples Vinho: Desengace (confira também o vídeo demonstrando o processo) >>

espaço

espaço

espaço

espaço

Confira também:

espaço

espaço

Créditos

    • Pessoal da Almaúnica: Magda Brandelli Zandoná, por me receber na vinícola e ao Jeferson pela condução da visita e todas as explicações
    • Boyce Avenue e Sarah Hyland – Don’t wanna know (Maroon 5)


                                                   Fabiana Knolseisen, 03/10/2017

Seguindo na proposta de simplificar e popularizar o mundo do vinho, compartilho com vocês minha estratégia para escolher vinho no restaurante: a Genoveze Invertido Menos 1. Não tem muito segredo  – e nem vai mais ter desculpa para pedir outra bebida: um guia de uva/país com dicas de harmonização pra fazer bonito pelos restaurantes brasileiros. São generalizações, mas é assim que a gente começa a explorar esse mundo!

Em ordem crescente de corpo e com a dica do país conforme eu comento no programa:

  • Torrontés (Argentina)
  • Sauvignon Blanc (Chile) – ou o brazuca da Guaspari
  • Chardonnay
  • Pinot Noir (Chile)
  • Merlot (Brasil) – minha dica custo x benefício é o Salton Paradoxo
  • Carmenére (Chile)
  • Tempranillo (Espanha)
  • Merlot (América do Sul)
  • Syrah (Brasil) – a dica são os premiados vinhos de dupla poda da Guaspari
  • Tannat (Brasil) – no programa eu explico!
  • Malbec (Argentina)
  • Syrah (América do Sul)
  • Blends portugueses
  • Cabernet Sauvignon (Chile)
  • Tannat (Uruguai)

espaço

Dica: o clima / terroir influi muito no vinho resultante. No geral, vinhos mais escuros são mais encorpados vêm de climas mais quentes.

e

espaço

 

 

espaço

espaço

Créditos

  • Yael Naim – Go to The River

  • Na abertura você ouviu, como sempre, Jane Monheit e Michael Bubblet: I won´t dance

 

 


                                                   Fabiana Knolseisen, 17/09/2017

Pra falar em vinho natural, ninguém melhor que Eduardo Zenker. Diretamente da garagem mais legal que eu já vi, um trechinho dessa conversa super esclarecedora.

espaço

espaço

                               

 

Confira o site com o projeto Arte da Vinha e a Escala Glou Glou >>

espaço

espaço

Créditos

  • Super mega hiper obrigada ao Eduardo Zenker pela paciência e explicações
  • Zé Ramalho cantando Metamorfose Ambulante (Raul Seixas)

  • Na abertura você ouviu, como sempre, Jane Monheit e Michael Bubblet: I won´t dance


                               Fabiana Knolseisen, 03/09/2017

Confraria especialíssima com vinhos comentados no programa SV#18 – Supernatural, meu preferido! Só enólogo artista e vinho top: tem Michelini, tem Riccitelli, tem Ripasso de Tannat (Viñedo de los Vientos), espumante brazuca que encara feijoada e tem o Unum, cofermentação de 7 variedades. Tintim!

espaço

espaço

Vinhos da noite:

espaço

espaço

espaço

espaço

espaço

Conheça também como o produtor nos descreve seus vinhos:

Os filmes que eu comentei: o Juampi falando do Eggo Franco e a bâttonnage manual
           

espaço

espaço

Agradecimentos pelo apoio:

                                                               

espaço

espaço

Créditos

  • Santana & Mana – Corazón Espinado

  • Na abertura você ouviu, como sempre, Jane Monheit e Michael Bubblet: I won´t dance


Fabiana Knolseisen, 19/08/2017

Deixo links para as vinícolas que pesquisei para a minha viagem. Não dá para ir em todas – tem muito mais! – mas dá uma vontade romântica de fazer uma imersão e visitar todas as pequeninhas, das quais nunca ouvi falar, na esperança de descobrir AQUELE vinho dos sonhos (e baratinho). O mapa, foto destacada deste post, é da página do Vale dos Vinhedos, cheia de mais informações >>.

espaço

D.O. Vale dos Vinhedos

     Estrada do Vinho (rumo a Monte Alegre do Sul)

Via Trento (rumo a Monte Alegre do Sul)

  • Casa Valduga – com mega estrutura, restaurante, pousada e cursos/degustações especiais
  • Vinícola Larentis – familiar, recomendada pelo expert Daniel Arraspide

Via dos Parrerais (a mais distante dentre as vinícolas mencionadas aqui)

Via Leopoldina (rumo ao sul, desde Bento Gonçalves, em direção a Garibaldi)

  • Chandon – grande produtora de espumantes

Garibaldi (lar dos “garagistas”)

IP Pinto Bandeira (30min desde Bento Gonçalves)

IP Altos Montes (1:30h desde Bento Gonçalves seguindo rumo nordeste. Principais cidades: Flores da Cunha e Nova Pádua)

Canela (um pouco/muito fora do circuito: 2h desde Bento Gonçalves)

espaço

Créditos:

  • Yamandú Costa – Sambéco

espaço

  • Na abertura você ouviu, como sempre, Jane Monheit e Michael Bubblet: I won´t dance

Fabiana Knolseisen, 09/08/2017

É vinho brazuca dos 4 cantos do país: tem a dupla poda, que está na moda, e a dupla safra, nem tão na moda mas mais antiga. Tudo premiado e produzido com autêntica tecnologia tupiniquim: Brasew-sew-sew. Tintim!

espaço

Alguns dos produtores comentados no programa que recebem visitas:

São Paulo / Sul de Minas

  • Entre Vilas – orgânica, sem poda invertida, perto da Pedra do Baú. Tem restaurante
  • Guaspari – Espírito Santo do Pinhal. Estrutura turística
  • Góes – em São Roque, com estrutura turística e restaurante.
  • Casa Geraldo – Andradas-MG, com estrutura turística e restaurante.
  • Micheleto – Louveira
  • Terrassos – Amparo

Centro-oeste

Vale do São Francisco

Créditos e agradecimentos:

  • Agradecimento especial à Isabela Peregrino, enóloga pesquisadora na Epamig por me receber e explicar com suprema paciência e simpatia, pela enésima vez e em plena época de vinificação, a dupla poda e os estudos sendo desenvolvidos.
  • Agradecimento também super especial à Lara Alcântara, da Casa Verrone, por me acompanhar à Epamig e apresentar seus ótimos vinhos paulistas.
  • A foto em destaque no post veio desse artigo – bem legal, por sinal – em que o Fernando Dourado Filho analisa nossas mazelas como povo ilustrada pelo personagem Zé Carioca.
  • Música tema: Brasil Pandeiro, de Assis Valente, nas vozes de brasileiros dos 4 cantos.

  • Na abertura você ouviu, como sempre, Jane Monheit e Michael Bubblet: I won´t dance

Áudio curto só para informar sobre os descontos oferecidos pela Art des Caves para os vinhos da confraria #02, comentados no programa #24.

Pra falar comigo:

fabiana.knolseisen@simplesvinho.com

cel.: 11 93146-5215

 

Os preços especiais são por tempo limitado: de 20/07 a 20/08/2017. São eles:

30823 MALCO CABERNET SAUVIGNON – Chile  R$ 25,00  R$ 45,00
80046 MALCO CABERNET SAUVIGNON RESERVA  – Chile  R$ 45,00  R$ 59,00
30824 MALCO CARMENERE RESERVA   – Chile  R$ 45,00  R$ 59,00
30926 MALCO ICONO CABERNET SAUVIGNON    – Chile  R$ 165,00  R$ 220,00

 

Fabiana Knolseisen, 16/07/2017

Nessa confraria foram degustados 4 varietais de cabernet sauvignon custando de 45 a 220 reais. A ideia foi conhecer a variedade e entender as diferenças de qualidade. De surpresa, também provamos um carmenére e até um espumante paulista.

blanco

A Art des Cave, que é especialista em adegas climatizadas mas também vende vinhos ofereceu os vinhos da degustação e preços super especiais na noite da confraria, mas tem desconto pros ouvintes que não puderam estar presentes também. O espumante foi cortesia da Casa Verrone e a Forno da Vila mais uma vez nos acolheu com ótimas pizzas, ótima estrutura e serviços sem cobrar rolha.

blanco

Para a degustação foi seguida a metodologia WSET para a prova sistemática de vinhos. Confira aqui >>

blanco
Confira as fotos da degustação nesta Taça.
blanco
Créditos e agradecimentos:
blanco

  • Obrigada à já parceira Forno da Vila, por nos proporcionar esse cantinho com ótima estrutura, pizzas deliciosas e serviço impecável.

blanco

  • Obrigada à nova parceira Art des Caves, pela confiança e apoio, pelos vinhos da degustação e o super desconto oferecido aos participantes e ouvintes do programa.

blanco

  • Obrigada à Lara Alcântara, da Casa Verrone, por me acompanhar à Epamig me apresentar seus vinhos e nos brindar com esse espumante surpreendente e que encantou a todos no encontro. Enfim, por nos dar uma ótima razão para sermos bairristas orgulhosos dos vinhos da terrinha.

blanco

  • O programa foi embalado pela Zaz, com Je Veux
  • Na abertura você ouviu, como sempre, Jane Monheit e Michael Bubblet: I won´t dance

blanco
blanco